Com um treinador croata, Aleksandar Petrovic, a exemplo do que aconteceu quando dirigida pelo argentino Rubén Magnano, em 2012, a seleção brasileira de basquete está classificada para Paris-24. Bateu a Lituânia, em Riga, a capital lituana, contra também uma arbitragem caseira, com surpreendente autoridade por 94 a 69.
o basquete masculino está em Paris, ao jogar o último quarto com valentia contra a violência dos anfitriões que, desesperados diante do chocolate dado pelos brasileiros, abriram a caixa de maldades, os grandes nomes da equipe comandada por Aleksandar Petrovic neste domingo (7) foram  Bruno Caboclo (21 pontos), Léo Meindl (20), Georginho (14).

A seleção brasileira chegou em Riga cercada de desconfiança por conta dos adversários em seu trajeto. Na fase de grupos, venceu de Montenegro por 81 a 72 e perdeu por 77 a 74 para Camarões, em partida que chegou a ter 24 pontos de desvantagem e ia dando adeus ao sonho olímpico. Na semifinal, como passou em primeiro, enfrentou Filipinas, outra considerada “pedreira”. A vitória por 71 a 60 classificou para o jogo contra a ampla favorita na chave, a líder Letônia. O Brasil passou por cima da desconfiança e da troca no comando – com saída de Gustavo De Conti e o retorno de Petrovic – para confirmar a vaga nos Jogos Olímpicos.
 
BLOG ESPORTIVO DO ELIAS JOSÉ   O blog + bem informado da Bahia
Por Elias José Repórter